pesquisar neste blog

quarta-feira, julho 16

LEI SECA - 20 DE JUNHO/2008

O uso abusivo do álcool:
Milhões de pessoas ou mais no mundo são dependentes desta droga. Estas pessoas ficam sujeitas a conseqüências negativas como detenções, acidentes automobilísticos, violência, lesões ocupacionais e efeitos deletérios sobre o desempenho profissional e à saúde.
O uso abusivo do etanol corresponde ainda a um problema significativo na saúde pública, seja como droga recreativa ou como droga objeto de uso.

Estima-se que 17.500 mortes, em transito, são causadas por motoristas alcoolizados. Isso representa em torno de 50% das mortes ocorridas anualmente num valor de 35.000.
Faz dez anos e alguns meses que a primeira lei entrou em vigor, em janeiro de 1998. Esta antiga lei não estava funcionando bem como deveria. Primeiro, era pouco cobrada pelas autoridades e segundo, uma pesquisa realizada por dois médicos Ronaldo Laranjeira e Sérgio Duailibi chegou a uma conclusão que somente 15% dos motoristas tinham conhecimento do limite de ingestão de álcool permitido.

Com 0,2 g/L (20 mg/dl) de álcool no sangue, o que representa ingerir uma latinha de cerveja, ou uma taça de vinho, ou um copo de 30 ml de destilado. Um indivíduo de aproximadamente 70 kg. Segundo vários livros de farmacologia, a droga na concentração 50 mg/dl já provoca várias alterações que comprometem os reflexos da direção defensiva nas estradas como: processos de pensamento, discriminação fina, raciocínio e a função motora.

Nenhum comentário:

Tradução

GLOB

Pensador.info

Adscense